O Mito da Musculação / by Joaquim Ferrari

Antes de lerem esse artigo é importante ter em mente que o mercado de academias de ginástica brasileiro é o segundo no mundo e as salas de musculação ocupam um papel importante nessa indústria.

O treinamento de força é importante para o corredor e triatleta?

A pergunta da forma como habitualmente é feita leva a uma abordagem errada acerca da questão, já que concordamos que ter força é importante pra tudo o que se faz seja esporte ou não.

Existe também uma associação no imaginário da maior parte das pessoas que para ganhar força devemos fazer musculação. Isso acaba levando a conclusão que a musculação é essencial no programa de treino. Esse entendimento está muito presente no discurso "eu faço musculação para evitar lesões".

Uma questão importante e que deve ser mais abordada é que o importante é fazer exercícios em que eu consiga transferir esses níveis de força e aplicar no esporte. O nome disso é taxa de transferência e ela é bem baixa na musculação.

Os exercícios de força mais importantes são os que tem uma taxa de transferência alta, além disso a musculação por trabalhar grupamentos específicos e conseguir isolar articulações cria muitos desequilíbrios que geram um aumento das lesões a médio e longo prazo.

Sempre que fazemos um movimento uma série de grupamentos entra em ação e cada um deles com funções específicas, como estabilizar a articulação, auxiliar os grupos musculares principais, frear e regular a velocidade do movimento e ser o principal responsável por ele. Esses grupamentos atuam em conjunto e aplicam um conjunto de forças muito bem dimensionado pra que o movimento seja executado com precisão e desempenho.

Simular isso nos equipamentos de musculação é muito difícil e é esse o grande motivo dos desequilíbrios e aumento das lesões.

Triatletas e corredores devem fazer musculação?

Somente em casos muito específicos

Quais os melhores exercícios de força?

Os que tem uma taxa de transferência alta e devem envolver: conexão entre todos os grupamentos, desequilíbrio, alongamento e impacto.

Lembrem também que musculação é muito eficiente pra gerar hipertrofia e com isso ganho de peso corporal. Nas competições em que existem categorias de peso como as de luta e hoje mesmo o remo e naquelas em que vamos contra a força da gravidade como a corrida e ciclismo em subida isso é contra producente.