Prevenção é Saúde e Estilo de Vida / by Joaquim Ferrari

Base alimentar de solteiros, estudantes e os que alegam falta de tempo à cozinha, o macarrão instantâneo, mais conhecido como miojo, pode aumentar o risco de alterações metabólicas ligadas às doenças cardíacas e acidente vascular cerebral nas pessoas. Um estudo de Harvard, que analisou a dieta de 11000 coreanos, povo que, conhecidamente, mais consome este produto no mundo, afirma que este alimento contém altos teores de gorduras saturadas e carga glicêmica.

O seu consumo em excesso e seu tempero são os grandes violões deste produto. Segundo pesquisas o tempero pronto possui um volume de sódio 16% superior ao que o corpo humano deve consumir por dia!

A notícia serve de alerta e muito bom seria se valesse o ditado: “O apressado come cru”, para, apressadamente, se fugir dos miojos e trocá-los por um prato crudívoro!

Que tenhamos uma Alimentação Azul!