Pra Começar a Semana / by Joaquim Ferrari

“Os amigos têm de ser inúteis. Isto é, bastarem só por existir e, maravilhosamente, sobrarem-nos na alma só por quem e como são. O porquê, o onde e o quando não interessam.

A decadência da amizade entre nós deve-se à instrumentalização que tem vindo a sofrer. É por isso que as amizades se fazem e desfazem como se fossem laços políticos ou comerciais. Se alguém “falta” ou “não corresponde”, se não cumpre as obrigações contratuais, é logo condenado como “mau” amigo e sumariamente proscrito.

A amizade não tem ponto de partida, nem percurso, nem objetivo. A glória da amizade é ser apenas presente. É por isso que dura para sempre; porque não contém expectativas nem planos nem ansiedade. 

Os amigos nunca são para as ocasiões. São para sempre.”

(Miguel Esteves Cardoso em “Explicações de Português”)

Porque além de tudo, nossos alunos são também nossos amigos.

Para sempre Azuis!